Conquistar novos clientes não é uma tarefa fácil, porém, o marketing digital e suas estratégias inovadoras chegaram para mudar este cenário e ensinar que a conversão de leads pode ser mais simples do que se pensa. 

O universo digital é gigante e muitas vezes é fácil se perder no meio de tanta informação e estratégia apresentadas, mas viemos para te apresentar as melhores dicas e com exemplos práticos para converter leads em clientes para o seu e-commerce. 

O que é um e-commerce?

Para começo de conversa, vamos te explicar o que é um e-commerce, já que as dicas deste artigo serão focadas neste tipo de comércio. Um e-commerce, na tradução literal, significa comércio eletrônico, ou seja, é um negócio nascido e criado totalmente pela internet.

Tudo dentro desta marca depende do meio digital e é construído em cima dele, seja a parte de divulgação ou até mesmo a financeira.

O que são leads?

Leads significa potenciais clientes, ou seja, pessoas que demonstram um grande interesse na sua marca e no seu produto ou serviço.

Muitos empreendedores não conseguem perceber quais são as atitudes que um usuário toma para começar a considerá-lo um lead, então vamos a um exemplo.

Uma pessoa deseja contratar uma assessoria contábil e encontrou o site da sua marca que trabalha com isso, a partir deste primeiro contato o usuário começa a te seguir em todas as redes sociais, ler todos os meus artigos e adquirir seus produtos gratuitos.

Atitudes como essas, que partem de livre e espontânea vontade do usuário, mostra o grande interesse que ele está construindo pelo seu serviço, a partir daí você pode considerá-lo um lead

Dicas para converter leads em clientes

Traçar dicas práticas para fazer com que os usuários realmente comprem o seu produto é mais simples do que parece por meio de estratégias dentro do marketing digital, e vamos apresentar algumas delas agora.

1. Invista em marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia que visa divulgar o seu trabalho e o seu serviço por meio de informação e de conteúdos de valor e qualidade que solucionarão as dúvidas dos usuários.

Por exemplo, se você for um engenheiro pode produzir um artigo explicando sobre como funciona um escritório de projetos de engenharia e como encontrá-lo de maneira mais simples.

Essas informações farão com que os usuários entendam que você possui autoridade no assunto, ou seja, realmente entende sobre o que está falando. Isso cria uma imagem de referência perante esses leitores, fazendo-os considerar a contratação do seu serviço.

Você pode colocar o marketing de conteúdo em prática por intermédio de meios como:

  • Blog;
  • Redes sociais;
  • YouTube;
  • E-books gratuitos;
  • Vídeos;
  • Newsletter.

2. Saiba quem é a sua persona

Muitas pessoas ainda confundem persona com público-alvo, por isso, vamos explicar a diferença entre eles antes para você entender melhor este tópico.

Quando falamos de público-alvo, nos referimos a um grupo fechado de pessoas que contem as mesmas características e gostos, não nos preocupamos em saber quem é cada uma delas.

Já quando falamos de persona, estamos nos referindo a uma pessoa específica. 

Diferente do público-alvo que se preocupa apenas com o grupo em geral, a persona se preocupa com a individualidade e características de cada pessoa que se interessa pelo seu produto.

Por isso, é necessário filtrar as informações de cada pessoa que aparece interessada no seu produto. 

É saber se essa pessoa surgiu porque está interessada em saber mais sobre um consórcio de casas ou só porque pretende alugar um apartamento novo.

Saber quais são os desejos e vontades das pessoas que aparecem dentro do seu negócio te ajuda a criar um plano de marketing ainda mais objetivo para alcançar as pessoas que realmente querem o seu produto. 

3. Utilize e-mail marketing

E-mail marketing é uma estratégia de disparo de e-mails para pessoas que optaram por receber algum tipo de informação ou material da sua marca. 

Com isso, você consegue manter uma comunicação e relacionamento com esse lead.

Quem nunca recebeu no e-mail algum artigo falando sobre como cuidar bem da saúde ou a indicação de uma empresa que realiza dedetização residencial, por exemplo? 

O e-mail marketing é uma estratégia muito usada e muito eficaz para manter o seu lead alimentado.

Por meio do e-mail marketing você consegue mandar novas informações sobre o seu produto para seus leads e fazê-los sempre manter um contato com a sua marca. 

Assim, quando eles pensarem em algo relacionado ao seu serviço, lembrarão de você. 

4. Crie CTAs atrativas 

CTA é a abreviação para Call to Action, ou seja, chamada para ação. Elas são muito usadas em e-mails marketing e também nas redes sociais para levar o seu lead a um outro nível dentro da sua estratégia.

Vamos supor que você é o dono de uma empresa de consultoria tributária e enviou um artigo no email de lead explicando um pouco mais sobre o seu serviço e no final você escreveu: Corra para o nosso site para verificar a continuação deste tema.

Esta pequena frase incentiva seu leitor a tomar uma decisão e ir para o seu site verificar o que você recomendou. 

As CTAs servem justamente para isso, para incentivar seus leads a se relacionarem ainda mais com o conteúdo da sua marca.

5. Funil de vendas

O funil de vendas é uma das melhores estratégias tanto para quem quer atrair novos clientes ou para transformar os leads em clientes, ele possui estágios que o ajudarão perfeitamente neste processo.

O funil de vendas é uma estratégia que se baseia em três estágios: O topo, o meio e o fundo, o seu cliente irá passar por todas elas até o momento da compra.

No topo do funil é onde ele conhece a sua marca e começa a absorver os conteúdos que você produz para solucionar suas dúvidas. 

Ele pode estar a procura do valor de um aluguel de sala por hora e encontrar o seu site com um material que explica tudo sobre o assunto.

Já no meio do funil, esse cliente mostra um pouco mais de interesse no seu produto e começa a cogitar a compra dele. É quando ele decide adquirir um e-book gratuito seu, assinar uma newsletter ou se inscrever para um workshop seu.

Por fim, no fundo deste funil o cliente finalmente faz a compra do seu produto ou serviço e opta pela sua marca dentre várias outras no mercado.

O funil de vendas é fundamental para transformar leads em clientes, pois ele contém estágios específicos para isso, ajudando-o a preparar estratégias certeiras para a sua persona.

Mas, muitos acham que após o momento da compra a relação da empresa com o cliente acaba, é aí que a maioria se engana e entra um outro aliado muito importante, o inbound marketing. 

6. Inbound marketing 

O inbound marketing, também conhecido como marketing de atração, é uma estratégia que visa atrair pessoas, convertê-las em clientes e encantá-las, mesmo após o momento da compra.

Sendo assim, ele possui quatro pontos muito importantes:

  • Atrair;
  • Converter;
  • Vender;
  • Encantar.

O primeiro ponto foca na chegada de novas pessoas, sejam elas quem forem, mas com interesse no que você oferece, seja um AVCB bombeiros ou uma consultoria empresarial.

O segundo ponto já foca na conversão dessas pessoas para leads, ou seja, incentivá-las a se relacionarem ainda mais com a sua marca e a estarem por dentro de tudo o que vocês produzem.

O terceiro ponto é o tão esperado momento de venda, onde o lead se torna um cliente e adquire o seu produto ou serviço. 

O quarto e último ponto é o que muitos deixam de lado após o cliente comprar o seu produto, e é aí que eles também correm o risco de perder esse cliente.

Portanto, o ponto do encantar entra para te lembrar que aquele cliente que comprou de você pode comprar de novo, ou melhor, recomendar o seu serviço para outras pessoas e trazer mais vendas para você.

Por isso, mantenha sempre uma comunicação e um relacionamento com o seu cliente, mesmo após a compra. 

Isso fará com que ele veja a preocupação da sua marca com ele, o que o fideliza por bastante tempo.

7. Faça seus leads se sentirem especiais 

Por último, mas de forma nenhuma menos importante, faça seus leads se sentirem especiais para a sua marca. 

Lembre-se que ele pode vir a ser um cliente, e são eles que sustentam a sua empresa e o seu negócio.

Por isso, sempre mantenha um contato com eles, envie emails com conteúdos informativos, por exemplo, explicando mais sobre o que são seus produtos ou serviços, promoções e novidades dentro da sua marca.

Em se tratando de ramos mais específicos, como é o caso de e-commerces voltados para o segmento da saúde, essas medidas são ainda mais importantes. Se você vende produtos odontológicos para o público em geral, uma boa opção é fazer newsletters falando mais a fundo sobre plano odontológico.

Ao transmitir informações relevantes e materiais bem feitos o lead se sente querido e especial. 

Além disso, mandar e-mails e mensagens em datas comemorativas faz com que eles vejam a preocupação da sua marca e da sua equipe em vê-lo bem e feliz.

Mais do que um número ou um valor, o seu lead vai se tornar um admirador e amigo da sua marca, garantindo a qualidade do seu produto e do seu atendimento.

Considerações finais

Esperamos ter te ajudado um pouco mais em relação ao assunto leads, conversão e clientes. Não deixe de estudar e sempre ir atrás de conhecimento, ele o ajudará a preparar estratégias ainda melhores para conquistar muitos clientes. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

JN2

Tenha tudo na melhor plataforma de e-commerce do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *