Como calcular frete do seu e-commerce?

atualizado em

Saber como calcular frete da maneira correta é importante para controlar os custos da operação, evitar o comprometimento da lucratividade e, até mesmo, sofrer prejuízos.

Apesar da sua importância, muitos empreendedores ainda têm dúvidas de como efetuar essa conta.

Pensando nisso, desenvolvemos o conteúdo de hoje explicando mais sobre como calcular o frete e como a sua gestão pode ser otimizada. Acompanhe e saiba mais!

Como calcular o frete do e-commerce

como-calcular-frete-2

Existem diversas formas de fazer esse cálculo, e a decisão de qual será escolhida depende da modalidade. Confira, a seguir, algumas das maneiras mais comuns e saiba como calcular o frete em cada uma delas.

Frete fixo

Nesse caso, o empreendedor faz uma estimativa do custo médio do frete para cada produto e fixa esse valor. Em muitos casos, esse é multiplicado pela quantidade de produtos que o cliente possui no carrinho.

Exemplo: o valor fixo de frete é estipulado em R$ 5,00. Se o cliente comprar 2 produtos, logo, o frete a ser pago será de R$ 10,00.

Valor fixo adicional ao frete

Nesse modelo de cálculo, o valor do frete é cobrado tendo como base o valor do maior frete entre os produtos que estiverem no carrinho. Posteriormente, aplica-se um valor fixo ao restante dos itens. Nesse caso, cada produto tem um valor diferente e a taxa fixa é estipulada pelo empreendedor.

Por exemplo: se a taxa fixa custa R$ 3,00 e o cliente colocou 4 itens no carrinho, o frete de cada um deles custa R$ 2,00, R$ 5,00, R$, R$ 7,00 e R$ 10,00. Sendo assim, o maior frete custa R$ 10,00 e a taxa cobrada é R$ 3,00 x 3 (para cada produto extra). Sendo assim, o frete a ser pago será de R$ 19,00.

Frete peso

No geral, esta é a modalidade de cálculo de frete mais comum entre as empresas.

Nesse caso, utiliza-se tabelas de peso (bruto e cubado), além das distâncias a serem percorridas.

O frete peso é cobrado com base no maior valor entre o frete bruto e o frete cubado (que leva em consideração as dimensões do produto), e o ponto de origem e destino da carga.

Com relação à distância, normalmente se utiliza o cálculo de custo por km rodado ou por rota percorrida (realizando o cálculo do rateio para o caso de cargas fracionadas). Essa informação pode e deve ser obtida com o operador logístico responsável pelas entregas.

Incidência de taxas e impostos

Vale lembrar, ainda, que, além do custo bruto do frete, existem ainda a cobrança de algumas taxas e impostos que afetam diretamente o valor total.

Dentre elas estão o GRIS (taxa de gerenciamento de risco, cobrada para cobrir os custos de medidas de combate ao roubo de cargas), Ad Valorem (cobrada pelas transportadoras para agregar seguro em cargas que não estão asseguradas em trânsito) e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).


Como é feito o pagamento do frete

como-calcular-frete-2

Além de saber como calcular frete para o e-commerce, é importante também definir como ele será cobrado. As formas mais comuns são:

Clientes pagam o valor integral

Nesses casos, os clientes são responsáveis pelo pagamento integral do frete. Pode haver a cobrança explícita, em que o valor é calculado e informado na finalização da compra, ou a cobrança implícita, em que o frete é embutido no valor dos produtos.

Frete grátis

Os clientes são isentos do pagamento do frete, que fica a cargo da loja virtual. Essa é uma excelente estratégia para atrair e reter clientes, porém é necessário identificar se a empresa possui condições de arcar com esses custos sem que eles comprometam sua lucratividade.

Uma boa decisão de oferecer frete grátis é disponibiliza-lo apenas para compras acima de determinado valor. Essa estratégia garante que a margem seja suficiente para cobrir os custos da entrega, assegurando, assim, a rentabilidade do negócio.

O frete grátis é uma estratégia para aumentar suas vendas. Se você quer outras dicas para alavancar seu e-commerce, recomendo que faça o download gratuito deste e-book.

Divisão do valor com os clientes

Nesse caso o valor do frete é pago parte pelo cliente, parte pela empresa. Ainda que a fatia seja menor, é necessário avaliar se o negócio tem condições de arcar com esses custos (assim como no caso do frete grátis).

Caso seja possível, é uma forma de atrair e reter clientes, oferecendo valores de frete inferiores aos praticados no mercado.

Formas alternadas

Uma decisão muito importante, e que ajuda a garantir uma boa experiência de compra do cliente, é oferecer mais de uma forma de cobrança de frete e deixar que o consumidor decida pela que julgar melhor.

Por exemplo: é possível oferecer uma entrega mais rápida que, por sua vez, gera uma cobrança de frete maior. Ou uma entrega um pouco mais demorada, por um valor menor ou até mesmo grátis.

Assim, se a intenção do cliente é receber o produto mais rápido, ele está ciente de que precisará pagar mais. Ou, se seu objetivo é economizar, saberá que o produto demorará um pouco mais para chegar.

Otimizando o serviço e a gestão de frete

como-calcular-frete-3

Como é possível notar, a gestão de frete envolve outros aspectos importantes que precisam ser observados, a fim de garantir resultados tanto operacionais, quanto financeiros aprimorados.

Confira, a seguir, 3 dicas de como esse controle pode ser otimizado.

Logística reversa

A legislação determina que a troca ou devolução de produtos é de responsabilidade do e-commerce e isso inclui o recolhimento nos clientes.

Portanto, além de estabelecer uma política de trocas, vale planejar a logística reversa e encontrar os meios mais adequados e menos onerosos para realizar essa operação.

Além de conseguir criar um processo estruturado que beneficia a empresa em termos de gastos e controle, esse processo ainda ajuda a aumentar a satisfação dos clientes, melhorando sua experiência de compra e fidelidade à empresa.

Investimento em embalagens

O investimento em embalagens adequadas para cada produto e suas particularidades é fundamental para um e-commerce, afinal, são elas que protegem as peças de avarias que podem ocorrer em decorrência do manuseio e transporte.

Por mais que os custos com embalagens reforçadas possam ser um pouco maiores, em curto prazo já é possível observar benefícios como redução de avarias e do índice de reclamações dos clientes. O que impacta diretamente nos custos operacionais e no custo intangível da perda de um cliente em decorrência de um serviço inadequado.

Utilização de uma ferramenta para cálculo

O investimento em um Gateway  de frete – ferramenta que faz a ligação entre e-commerces e operadores logísticos, facilita o cálculo do valor do frete. Assim, é possível oferecer diversas opções de transporte (que incluem os Correios). Portanto, é importante que a plataforma de loja virtual do seu e-commerce ofereça esse tipo de serviço.

O cálculo é feito quando o cliente informa o CEP na finalização da compra. Essa informação é utilizada pelo Gateway, considerando as opções que o empreendedor optou por cadastrar. A decisão da escolha fica por conta do cliente, que pode optar pelo menor preço, menor prazo, ou por uma transportadora de confiança, por exemplo.

Saber como calcular frete para o e-commerce é essencial para compreender esses custos e tomar decisões mais assertivas a respeito de como aprimorar o serviço de entregas e conseguir alcançar a satisfação dos clientes.


Você também pode se interessar