Como montar uma loja virtual: guia completo

atualizado em

montar uma loja virtual

Introdução

Abrir um e-commerce pode ser bastante vantajoso, no entanto, o empreendedor deve levar em consideração diversos aspectos antes de iniciar essa empreitada, por exemplo, escolher um bom nicho de mercado. Você também está querendo saber como montar uma loja virtual? Ótimo, pois é sobre isso que falamos neste artigo. 

Você vai conhecer o caminho para montar uma loja virtual e terá, por exemplo, que escolher uma das tantas plataformas de e-commerce disponíveis no mercado. 

Vamos em frente!

Capítulo 1 – Como montar uma loja virtual

Neste capítulo, explicamos passo a passo o que você precisa para montar uma loja virtual, desde o registro do domínio até o cadastro dos primeiros produtos. Confira!

Como abrir uma loja virtual

Registrar o domínio

O domínio, ou URL do site, é o endereço web da sua loja. É o caminho que identifica sua loja virtual perante as demais, tanto a nível nacional quanto internacional. Ao escolher o domínio, é importante considerar alguns quesitos. O principal deles é usar o nome da marca com uma palavra-chave que defina seu negócio, como “mercadodebolas.com.br”. Dê prioridade a nomes curtos e que podem ser lembrados facilmente.

Escolher um servidor de qualidade

Depois de registrar o domínio, é hora de hospedá-lo em um servidor – ou host. Existem diversas opções no mercado e alguns requisitos devem ser levados em consideração no momento da escolha. Os principais são:

  • Capacidade de armazenamento;
  • Limite de tráfego;
  • Disponibilidade do servidor;
  • Suporte;
  • Preço.

Escolher a plataforma de e-commerce

A plataforma é o site em si. Uma parte dela fica visível para clientes e outra para você. A parte pública é aquela onde os produtos são exibidos e você constrói a sua comunicação visual. 

A parte privada é onde você gerencia o conteúdo e outros elementos do negócio, como controle de vendas, recebimentos e o estoque.

A escolha da plataforma é uma decisão muito importante para o seu e-commerce, visto que será o principal meio de contato entre você e os clientes. Por isso, ao definir a plataforma para montar uma loja virtual, considere os seguintes aspectos:

  • Navegabilidade;
  • Funcionalidades;
  • Integração;
  • Tecnologias de segurança;
  • Certificado SSL;
  • Scan de aplicação e IP.

Escolher um template adequado

O template é o visual da loja. É o que define a identidade do seu e-commerce e precisa ser escolhido com base em critérios. Se optar por modelos prontos e que não podem ser customizados, seu e-commerce pode ficar parecido com diversos concorrentes. O ideal é dar preferência a templates que podem ser alterados e adaptados à realidade da sua empresa.

Definir as formas de pagamento

Boa parte das plataformas vem com ferramentas de pagamento. Por precaução, verifique se essas opções correspondem à demanda dos seus clientes. Vale ressaltar que os meios de pagamento mais usados são:

  • boleto bancário;
  • cartão de débito;
  • cartão de crédito. 

Existem, ainda, aquelas formas de pagamento alternativas, como carteiras digitais, Dotz, Bitcoins e até milhas.

Fazer um planejamento logístico

Montar uma loja virtual é mais do que vender pela internet. Para ter um e-commerce, você também precisará de um ótimo processo logístico, que impacta tanto a reputação da loja, quanto a satisfação dos clientes. O planejamento logístico vai desde a compra de mercadorias até a entrega e representa um dos custos mais altos para esse tipo de negócio.

Cadastrar os primeiros produtos

Depois de toda a organização para montar uma loja virtual, chega o momento de cadastrar os primeiros produtos. Essa é uma etapa bastante importante, dedique um tempo de qualidade para fazer o cadastramento corretamente. Não é a hora de ter pressa. Capriche nos detalhes para cadastrar principalmente:

  • Fotos;
  • Ficha técnica;
  • Descrição.

Capítulo 2 – Ferramentas para e-commerce

Neste capítulo, vamos falar sobre algumas ferramentas que podem ajudar no dia a dia do seu e-commerce. Elas têm diferentes funcionalidades, como ajudar a gerenciar redes sociais ou monitorar o comportamento dos usuários no site. Confira!

Jivo Chat

A JivoChat é uma das plataformas mais flexíveis do mercado. É compatível com a maioria dos serviços de e-commerce e pode ser instalado em praticamente qualquer site. Outro grande benefício é que além de atender o visitante do site, pode conversar com seus fãs no Facebook, agilizando parte do atendimento.

Unbounce

Essa é uma das ferramentas de landing page mais utilizadas. A Unbounce possui um construtor de landing pages e alguns modelos prontos. Além disso, permite que você use os próprios elementos para incrementar o design da sua página de captura. Usando a Unbounce você também pode criar pop-ups e banners para o cabeçalho e rodapé do site.

WisePops

Essa ferramenta também permite que você crie pop-ups e oferece outras vantagens. Uma delas é a possibilidade de criar pop-ups segmentados, considerando o comportamento do visitante ou a página que ele está acessando. Seu funcionamento é bastante simples e você consegue criar pop-ups sem ter grande experiência em programação ou design.

AWeber

Essa é uma ferramenta de e-mail marketing que tem foco na captura de contatos. A AWeber possibilita que você reúna contatos, por exemplo, depois que um cliente faz um pagamento no PayPal. A ferramenta também possui um aplicativo para dispositivos móveis, através do qual é possível aumentar a sua base de contatos.

Lucky Orange

Essa ferramenta ajuda a analisar a movimentação do site. Ela mostra, por exemplo, quais áreas do site são mais acessadas. A Lucky Orange também mostra o comportamento dos visitantes no site. Com isso, você pode saber também quais produtos estão gerando mais interesse.

Buffer

Esse recurso não está diretamente ligado ao e-commerce. Trata-se, na verdade, de um gerenciador de mídias sociais e por isso pode ser bastante útil para gerenciar as redes onde você divulga novos itens e realiza promoções da loja virtual. É um dos melhores e mais efetivos gerenciadores disponíveis no mercado, sendo compatível com Facebook, Twitter e Instagram.

Conclusão 

Agora você conhece o caminho para montar uma loja virtual e pode entrar na competição  para ser um vencedor na Internet. Para isso, lembre-se da importância de escolher uma plataforma de e-commerce com todos os recursos necessários para facilitar as vendas. Lembrando que a possibilidade de integração com outras ferramentas para e-commerce também vai fazer a diferença. Siga nossas dicas e boa sorte!

 

Para ler outros conteúdos que podem ajudar seu e-commerce, acompanhe o blog da JN2. Até a próxima!

Você também pode se interessar