Como utilizar o marketing social no seu e-commerce?

atualizado em

marketing social no e-commerce

No momento atual, por conta do novo coronavírus, sentimentos como solidariedade e empatia estão sendo cada vez mais valorizados pela sociedade. Dessa forma, é de extrema importância recorrer a estratégias como o marketing social no e-commerce e sintonizar-se com as demandas desses consumidores modernos.

Além disso, grandes marcas estão adotando essas técnicas com maestria e plantando sementes para o futuro pós-pandemia.

As questões socioambientais também ganharam mais espaço. Por isso, marcas que se articulam e se posicionam em relação aos problemas atuais, conseguem algo muito valioso: a identificação do público e o engajamento nas causas sociais que apoiam.

Nesse sentido, pode-se dizer que o marketing social auxilia tanto na conquista de clientes como na manutenção deles. Além disso, preocupar-se com o meio ambiente, mais do que aumentar vendas, é ser um agente ativo nas mudanças que podem construir um mundo melhor.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo,  explicaremos o que é o marketing social no e-commerce, sua importância para lojas virtuais e como as empresas podem utilizar essa estratégia. Ainda, para inspirar, apresentaremos cases. Siga a leitura!

O que é o marketing social no e-commerce

O marketing social e-commerce se volta para causas sociais ou ambientais e, na maior parte das vezes, não se orienta por vendas. Como resultado, após firmar posições em torno de assuntos importantes e específicos, a marca se transforma em referência para o público nos temas de interesse dele.

Algumas empresas são especialistas no trabalho de criar ações de marketing social e-commerce para outros negócios. Mas ninguém precisa dar o passo maior que a perna. Sua loja virtual pode entrar aos poucos nessa estratégia. Um bom caminho é startar essa área com ações mais simples. Nós vamos dar algumas dicas mais adiante.

 

A importância do marketing social e-commerce

Antes, queremos reforçar a importância do marketing social e-commerce para as empresas. No contexto da pandemia e da crise econômica, pensar o mundo coletivamente nunca foi tão importante. Por isso, preste atenção nas dicas a seguir de como implementar essa estratégia.

 

Engajamento

O primeiro grande retorno das ações de marketing social e-commerce é o engajamento do público. 

Pessoas e marcas, em torno de uma causa, conseguem ecoar todo tema com mais força e facilidade. Ainda, a marca consegue expandir com apoio dos clientes e aumentar o número de leads.

 

Confiança

Chegar para uma pessoa oferecendo um produto de imediato nem sempre é a melhor abordagem. 

Porém, quando se conquista a sua confiança, a venda é uma consequência. Isso porque o ser humano tende a confiar e apoiar empresas cujo posicionamento é similar ao seu.

 

Concorrência

O marketing social e-commerce é, também, uma forma de se destacar da concorrência, uma vez que, muitas vezes, as pessoas escolhem com base em emoções. 

Assim, caso elas se identifiquem com as preferências sociais e causas apoiadas por uma marca, a chance de engajamento e de uma futura compra é grande.

 

Como empresas e-commerce podem utilizar o marketing social

Apoio a instituições

Você pode aplicar estratégias de marketing social no e-commerce em pequenas e grandes ações. 

Um dos caminhos é doar para instituições com as quais se identifica. Por exemplo, se você vende artigos esportivos, pode ajudar algum projeto social da escolinha de futebol do seu bairro. 

Além disso, ao vender pela internet é possível estimular os clientes a apoiarem as causas e a fazerem doações. Há, também, a possibilidade de organizar campanhas de alimento ou agasalho para ajudar as entidades escolhidas pela empresa. O trabalho de arrecadação, inclusive, pode ser feito entre a equipe. 

 

Posicionamento em causas sociais

Quem está interessado em trabalhar com marketing social e-commerce deve sempre se atentar para as discussões e temas que estão em alta, sobretudo, nas redes sociais. Se possível e viável, é interessante que a marca se posicione sobre o tema em questão.

A campanha da Natura para o Dia dos Pais de 2020 é um exemplo de marketing social de impacto, que busca dialogar com uma discussão atual. 

Ou seja, por meio dos meios digitais, sua marca pode se comunicar e emitir opinião, quando um assunto como esse entra nas principais manchetes. Se a sociedade está discutindo questões LGBT e sua marca apoia a causa, se posicione! Cuidado apenas para não entrar em todas as questões. Considere sempre a sua persona em qualquer estratégia!

 

Atenção às próprias ações

Outro aspecto importante é cuidar das próprias ações da empresa. 

Todo o posicionamento e valores devem ter coerência com as causas apoiadas pois, caso contrário, o público pode não apreciar, o que pode gerar um impacto negativo na forma com que sua empresa é vista.

Por exemplo, não seria de bom tom tentar conscientizar o público na semana do meio ambiente, caso seu negócio utilize plástico em excesso nas embalagens dos produtos.

 

Engajamento do público

Depois de escolher causas, instituições e projetos sociais, é hora de engajar o público. 

Para isso, como já mencionado, uma boa estratégia pode ser se posicionar em relação aos temas, apresentar as entidades e incentivar os clientes a repetir as doações. No entanto, novamente, cuidado com os excessos. Você também pode trabalhar as ações de inbound commerce com foco no lado social e convergir as estratégias.

 

Cases

Marcas de sucesso têm o marketing social no DNA. É o caso da National Geographic, por exemplo, que explora concursos para desenvolver suas ações. Foi assim que a marca promoveu o programa CoverShot.

Nessa iniciativa, a Nat Geo incentivou os usuários a compartilhar imagens da natureza. As vencedoras seriam incluídas na capa do mês da revista e os autores premiados com férias gratuitas. Como resultado, 10 milhões de pessoas se tornaram fãs da página da marca.

Já a Harley-Davidson, clássica motocicleta dos Estados Unidos, vivia momento difícil em 2016. Para contornar o problema, a estratégia de marketing foi lançar a campanha Live Your Legend,  recorrendo a nostalgia para fortalecer laços com seus clientes. Assim, a marca conseguiu vencer a mudança geracional que impactava suas vendas.

 

Percebeu como o marketing social no e-commerce pode ser útil para pequenas e grandes marcas? 

 

Se você quer acessar mais conteúdo relevante sobre o tema, que tal conferir o webinar que a JN2 fez sobre o assunto? Sua empresa também pode transformar o mundo! Ao trabalho!

 

Você também pode se interessar