O comércio eletrônico não para de crescer

atualizado em

crescimento do comércio eletrônico
Em um cenário com números exorbitantes vistos nos últimos anos, o comércio eletrônico continua num caminho de grande ascendência. Comemorando ainda os números obtidos pelo setor até agora, as previsões são bastante satisfatórias.
Dados da e-bit – empresa responsável pela coleta de informações sobre o comércio eletrônico – mostram que somente nos primeiros seis meses de 2011 foram faturados R$ 8,4 bilhões em bens de consumo via internet, comprovando mais uma vez o crescimento que o setor vem apresentando nos últimos anos. Para se ter uma ideia, no primeiro semestre de 2010 o faturamento foi de R$6,8 bilhões, o que representa um acréscimo de 24% de um ano para o outro.
Ainda segundo a e-bit, historicamente, 55% das vendas anuais pertencem ao período entre os meses de Julho e Dezembro, o que deve significar um faturamento total de R$10,3 bilhões em vendas durante o segundo semestre desse ano (excluindo compras coletivas, venda de automóveis, passagens aéreas e sites de leilão virtual). Seguindo essas previsões, espera-se que o comércio eletrônico apresente um faturamento de R$18,7 bilhões ao final deste ano, o que representaria um acréscimo nominal em torno de 26% em relação a 2010, quando o setor faturou R$14,8 bilhões.
O setor de comércio eletrônico continuará em constante ascendência nos próximos anos já que o número de e-consumidores só vem crescendo no país e cada vez mais as pessoas estão engajadas, mais atentas e principalmente com maior poder de acesso à internet e a informação. Quer saber mais como aproveitar as oportunidades no mercado de e-commerce? Clique aqui e fale com um expert.

 

Você também pode se interessar