Desenvolvimento interno ou plataforma especializada? Escolha o melhor modelo de e-commerce para sua empresa

atualizado em

Para fazer ter uma loja virtual de sucesso, uma das decisões mais importantes é a escolha de como proceder com seu e-commerce. É melhor investir no desenvolvimento interno ou optar por uma plataforma especializada?

Neste artigo, trouxemos algumas dicas que vão te ajudar a escolher a melhor opção para seu negócio, levando em conta o orçamento, o prazo de desenvolvimento e a customização que sua loja demanda. É importante levar em conta a personalização, de acordo com a missão, a visão e a imagem da marca.

Agora vamos explicar quais são os benefícios do desenvolvimento interno e do modelo SaaS (Software as a Service ou Software como Serviço) e como isso impacta no seu negócio.

1. Vale a pena fazer seu e-commerce internamente?

Existem várias razões que levam a essa escolha, dentre todas elas, duas são mais comuns. A expectativa de que um software interno atenda todas as necessidades de maneira personalizada e a crença de que uma plataforma desenvolvida em casa seja de menor custo do que  pelo modelo SaaS.

Contudo, ao optar pelo desenvolvimento interno, é necessário investir em bons profissionais, que além de produzir a loja virtual, também prestarão suporte quando necessário. Isso pode acarretar em:

Custo

Acredite! Desenvolver uma loja online internamente pode sair muito mais caro do que comprar uma solução que já está pronta e pode ser customizada. Coloque na ponta do lápis os custos fixos e variáveis dos profissionais envolvidos no projeto e das ferramentas que você precisará prover para que eles façam esse trabalho.

Prazo de entrega

O prazo de entrega do e-commerce pode ser uma desvantagem do desenvolvimento interno. Uma vez iniciado o processo, ele não ficará pronto em uma ou duas semanas. Mesmo as lojas mais simples precisam de um prazo maior quando desenvolvidos do zero.

Definição do escopo

O primeiro passo ao criar um novo sistema é definir o que ele precisa fazer. Normalmente, é nessa etapa que o desenvolvimento interno falha, seja por limitação de ferramentas ou por falta de alinhamento sobre a demanda.

Customização

Ao contrário da plataforma externa, desenvolver o sistema internamente dá ao empreendedor maiores possibilidades para customizar sua loja. Toda a estrutura do site, bem como sua manutenção pode ser feitos detalhadamente, de acordo com as necessidades do negócio.

2. Vale a pena investir em uma plataforma especializada em e-commerce?

Por outro lado, é possível adquirir uma plataforma que já está pronta e apenas customizá-la para seu negócio. Trata-se do modelo SaaS. Além de ser mais rápido, essa escolha ainda pode trazer outros benefícios:

Custo

Um software especializado no segmento e desenvolvido para ser usado amplamente por empresas de diferentes áreas pode ter um custo mais baixo. Os custos de desenvolvimento e manutenção da plataforma são pagos pelos vários clientes que usufruem daquele serviço. Dessa forma, o valor é muito mais baixo do que o desenvolvimento de um programa exclusivo.

Prazo de entrega

Mesmo com as negociações, adaptações e treinamentos que serão necessários para a operação do e-commerce na plataforma, o tempo hábil para que a loja esteja no ar é muito menor do que quando se cria internamente.

Suporte

Ao contratar a plataforma de uma empresa especializada em lojas virtuais, você dispõe de uma equipe de suporte que poderá lhe atender e auxiliar quando surgirem dúvidas ou problemas.

Customização

Mesmo com a possibilidade de escolher várias opções para sua loja virtual, a plataforma externa não permite uma customização como a plataforma interna. Para além disso, dependendo da empresa contratada, pode ser muito burocrático fazer a migração para outra, o que pode te dar muita dor de cabeça.

3. Custo x Benefício

Portanto, quando se trata de escolher o modelo que será aplicado em seu e-commerce, é importante analisar, dentre os fatores, o custo x benefício.

Os recursos empregados para desenvolver um sistema relativamente simples podem representar um custo muito alto, enquanto uma plataforma pode lhe oferecer mais funções pelo mesmo preço ou até menor. O importante é avaliar qual opção atenderá melhor o seu negócio e adequar o orçamento da empresa ao projeto, pensando sempre na qualidade do e-commerce.  

Plataformas externas geralmente oferecem um investimento razoável pela  infraestrutura customizada, sendo necessário somente o cadastro dos produtos e podendo adicionar finalidades e integração com outros sistemas, sem a necessidade do desenvolvimento de  novas criações. Enquanto a criação própria demanda a elaboração de todo esse ecossistema, além do cadastro de produtos.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as diferenças entre a criação interna e a plataforma especializada, pode escolher a opção que melhor atenderá as necessidades de sua empresa ao criar uma loja virtual. Visite nosso site e faça um teste grátis na plataforma JN2.

Você também pode se interessar