7 passos para criar um e-commerce de moda de sucesso

atualizado em

e-commerce de moda

A crescente demanda e o baixo custo de manutenção de uma loja virtual em relação a uma loja física têm despertando cada vez mais interesse nas marcas em empreender digitalmente, ou até mesmo abrir um negócio 100% online. No mercado da moda isso não é diferente. Para os clientes, a comodidade, grande oferta de produtos e facilidade de pesquisar preços e modelos é um diferencial atrativo. Para os empreendedores, a alta demanda, a flexibilidade de horário e o investimento reduzido se destacam.

São muitas as vantagens de se investir em um e-commerce de moda e, por isso mesmo, é preciso estar preparado para lidar com uma grande concorrência. Para isso, listamos sete passos que você deve seguir para se diferenciar e ter relevância no mercado:

1. Defina e conheça o seu público-alvo

Em um mercado altamente competitivo, quanto mais segmentado for o seu negócio, maior é a chance de você se sobressair junto ao seu público e ter sucesso. Identifique quem é o consumidor do seu e-commerce, a qual nicho pertence, pesquise sobre o seu gênero, faixa etária, estilo de vida e comportamento de compra. Todas essas informações são essenciais para criar uma identidade com a qual esse público-alvo se identifique e comercializar produtos alinhados à demanda do mercado.

2. Otimize a experiência de compra do seu cliente

O que o consumidor ganha em praticidade e comodidade ao comprar online, ele pode perder na relação cliente/vendedor. Para garantir que isso não aconteça cerque-se de cuidados para que a experiência dele seja positiva em todas as etapas da venda.

Um site com navegação simples e organizada, com categorias claras, boas fotos dos produtos, descrições detalhadas e tabelas de medidas são essenciais para que o cliente se sinta confiante ao realizar a compra. Ferramentas que oferecem proteção antifraude, calculam o frete automaticamente e meios de pagamento eficazes também devem estar presentes para passar credibilidade e aumentar a taxa de conversão.

3. Planeje o seu processo logístico

Ao finalizar um pedido em uma loja virtual o cliente cria uma série de expectativas a respeito da entrega da compra. Quanto tempo vai demorar? Não vai estragar no transporte? Será que é bonito como na foto? Vai me servir? Para que as expectativas dele sejam atendidas é necessário planejar esse processo.

Organize seu estoque e planeje a distribuição para que os pedidos saiam o mais rápido possível após o processamento da compra. Um contrato com uma boa empresa de logística pode facilitar essa etapa, evitando extravios e atrasos na entrega. A logística reversa também deve estar prevista no planejamento, para os casos de troca ou devolução.

A embalagem deve ser pensada com carinho, pois será o primeiro contato físico do cliente com a sua marca. Caixas personalizadas, cartões de agradecimento pela compra, produtos perfumados e bem embalados causam encantamento e aumentam as chances do cliente ficar satisfeito e voltar a comprar em sua loja.

4. Esteja sempre atualizado

A internet modificou drasticamente o mercado da moda, transformando pessoas normais em referências, acelerando o lançamento (e a decadência) de tendências e tornando-as mais acessíveis ao público geral. Para utilizar esse ritmo a seu favor faça pesquisas constantes e procure antecipar-se às tendências, trazendo para o seu público exatamente aquilo que ele deseja consumir no momento.

Crie uma rotina de pesquisa, levantando marcas com as quais a sua loja se identifica e influencers que representam o seu cliente. Desenvolva um olhar crítico para o conteúdo produzido por eles, quais produtos se destacam e assim, desenvolva o que mais se adapta ao seu público.

5. Produza conteúdo relevante

Quem não é visto não é lembrado. Para que o seu cliente se sinta motivado a comprar em sua loja é preciso produzir um conteúdo que construa uma relação próxima entre ele e a sua marca. Entenda quais são as mídias digitais onde ele está presente e comunique-se, trazendo informações que sejam relevantes, seja sobre a sua marca, seus produtos, os bastidores da sua produção, notícias do mundo da moda, ícones de inspiração para seus clientes e outros temas que causem engajamento e aproxime o consumidor do seu e-commerce.

6. Mantenha uma boa relação com o seu público

Vários motivos podem levar um cliente a comprar na sua loja: bom preço, bons produtos, rapidez na entrega, promoções… mas nenhum deles vai fidelizá-lo tão bem quanto um atendimento de qualidade. A experiência tem se tornado cada vez mais relevante no processo de tomada de decisão. Clientes desejam se sentir acolhidos pelas marcas com que se identificam e, para isso, é preciso manter um relacionamento próximo e atencioso com seus consumidores.

Além da produção de conteúdo, comunique-se com o seu público, interaja com suas publicações nas redes sociais, responda mensagens com agilidade e, especialmente nos casos de problema com a compra, busque resolver de maneira cômoda para o cliente. Essa relação estreita exige atenção, mas se bem feita tem potencial para transformar clientes em brand lovers, que serão advogados da sua marca e farão divulgação espontânea dos produtos.

7. Faça parcerias estratégicas com influenciadores digitais

O crescimento do mercado digital abriu portas para novas profissões, como a dos influencers. Por meio de perfis em redes sociais, são capazes de promover produtos e serviços para um público selecionado e engajado, com grande potencial para conversão, a custos inferiores comparados às mídias tradicionais.

Para um e-commerce de moda, estabelecer parcerias com influencers é uma ótima opção, pois estes comunicam diretamente com o público-alvo da sua marca, sendo referência de estilo e comportamento para seus seguidores. É importante fazer uma pesquisa a respeito dos influencers antes de fechar a parceria, para garantir que aquele é mesmo o público consumidor do seu produto e se a reputação dele pode prejudicar ou favorecer a sua marca. 

A parceria pode ser feita tanto através de contratos de merchandising, com volume de publicações e mensagens predefinidas, quanto de maneira mais informal, oferecendo os produtos em troca de divulgação.

Dica extra: Monitore seus resultados

Para garantir que as estratégias definidas estejam alinhadas à expectativa do seu público, acompanhe sempre os resultados. Faça pesquisas de satisfação, converse com seus clientes, analise as métricas do seu site e o volume de vendas. Com essas informações você consegue avaliar o que deu certo e o que não deu, assim, é possível adequar suas ações para alcançar resultados cada vez melhores.

Agora que você já sabe como ter sucesso em um e-commerce de moda, clique aqui e teste grátis a Plataforma JN2.  E para ficar por dentro de todas as novidades do mundo do e-commerce, nos acompanhe nas redes sociais 🙂

Você também pode se interessar