Adwords para e-commerce: tire aqui todas as suas dúvidas!

atualizado em

Para alguns profissionais de marketing, lidar com o ambiente digital é desafiador. São muitas opções, e o cuidado precisa ser redobrado para garantir retorno aos investimentos, principalmente no universo das Pequenas e Médias Empresas (PMEs).

Um assunto desse universo que costuma render dúvidas e preocupações é o Google Adwords. E é exatamente para você entender o funcionamento dessa poderosa ferramenta que criamos este artigo. Aproveite para tirar todas as suas dúvidas e desfrutar das dicas que separamos para ajudar você a elaborar campanhas efetivas.

1. Como funciona o Google Adwords

O Adwords é um serviço da Google, que usa o Custo por Clique (CPC) e Custo por mil impressões (CPM), ou seja, anúncios em forma de links. Somente no ano de 2015,  a empresa faturou US$ 75 bilhões, sendo US$ 67,4 bilhões provenientes de anúncios, de acordo com a BBC Brasil.

Funciona de forma simples, você escolhe algumas palavras chave que têm a ver com seu negócio, e quando o internauta fizer uma pesquisa utilizando aquelas palavras, sua loja aparecerá no topo dos resultados. Um dos atrativos do Adwords é que a principal forma de pagamento é feito por cliques. Ou seja, você só paga se o visitante entrar no site a partir do anúncio.

Outro ponto positivo é que o controle do orçamento e do andamento da campanha é feito pelo próprio usuário, que pode decidir quanto quer investir e por quanto tempo. Dessa forma, fica mais fácil corrigir desvios e aproveitar ao máximo o investimento, a fim de conquistar mais visitantes e clientes para o site da sua empresa.

2. Porque ele é uma ferramenta importante para o e-commerce

Ao levarmos em consideração o tamanho e a importância do Google para a internet, fica fácil perceber o papel que esse tipo de propaganda pode exercer para uma campanha de marketing online. O Google Adwords pode, não apenas levar um visitante até a página principal do site, mas realmente indicar o produto que estava sendo procurado e culminar em uma venda.

Vamos supor que você tem uma loja de almofadas. Em uma pesquisa, utilizando o Google Analytics, você encontrou pistas de que a palavra-chave “almofadas de emoji” apresenta um ótimo resultado para o seu site, então criou uma categoria em sua loja apenas com estes produtos e impulsionou esta campanha usando o Adwords. Dessa forma, quando uma pessoa fizer essa pesquisa, seu site vai aparecer no topo dos resultados, levando diretamente aos modelos que você tem disponíveis para venda.

Na prática, isso significa que o Adwords é uma ferramenta para se destacar no mundo de ofertas possíveis na internet. Principalmente para as MPEs, essa é a oportunidade de competir com lojas virtuais de maior porte, já que sua página pode aparecer perto, ou até mesmo acima dos links delas. Ou, ainda, sua empresa pode se destacar da concorrência, de lojas que não fazem uso desse tipo de investimento para conseguir um melhor ranqueamento nos resultados de pesquisa.

Agora, mesmo que não levemos em consideração a concorrência, o Google Adwords continua sendo uma boa ferramenta para o seu e-commerce ser mais reconhecido e atrair mais visitantes. Se essa é uma nova empreitada, você pode aproveitar e criar uma campanha para fazer sua marca começar a circular junto ao seu público e, assim, fazer branding no mundo digital.

3. O papel do planejamento no caminho do sucesso

Não basta fazer a campanha. É necessário conhecer a fundo a plataforma para fazer uso de todas as funcionalidades disponíveis. Prepare-se para fazer o melhor possível na primeira tentativa, colher muitos dados, analisar com cuidado cada um e propor as mudanças necessárias a partir deles. A perfeição não vai chegar nunca, mas a jornada para conquistar novos clientes é sempre frutífera.

3.1. Tenha uma estratégia e objetivos claros

Afinal, qual o objetivo ao usar o Adwords para seu e-commerce? Aumentar as vendas, o tíquete médio, fortalecer a marca? Traçar com cuidado esses planos e saber quais os resultados você deseja e precisa alcançar são passos fundamentais para o sucesso.

Não adianta fazer estimativas vazias, seja específico. Estabeleça números de conversões, porcentagem de crescimento, período para atingir as metas traçadas. Isso tudo vai ajudar na hora de colocar em prática e de avaliar suas campanhas.

3.2. Atenção às palavras-chave

Falamos anteriormente que o Adwords tem como foco principal as palavras-chave. Portanto, cuidado na hora de fazer seu plano. Fuja de palavras-chave duplicadas, ou seja, campanhas diferentes com o mesmo termo. Isso vai fazer com que elas se tornem concorrentes, e será mostrado apenas um anúncio nos resultados. Outra preocupação é fugir dos termos genéricos demais. Se você vende sapatos, foque suas campanhas em palavras-chave que levem à compra.

3.3. Selecione e acompanhe as métricas

Se você já tem uma estratégia e objetivos, precisa ter parâmetros e métricas para analisar os resultados. Se com a campanha X, você quer aumentar em Z% o seu faturamento, acompanhe os resultados em tempo real. Dessa forma, você consegue fazer alterações quando necessário para melhorar seu desempenho e atingir as metas traçadas.

3.4. Não invista valores muito baixos

Pode ser complicado, à primeira vista, conseguir um bom orçamento de uma chefia desacostumada com o Adwords, mas quando se investe pouco, os resultados são pequenos e fica difícil fazer uma boa análise do seu investimento. Se você precisa administrar um orçamento baixo, talvez o melhor seja elaborar uma campanha bastante específica e estudar, a partir da própria plataforma, se vale a pena a veiculação. Caso contrário, você corre o risco de diluir muito seus anúncios e não atingir o resultado esperado.

3.5. Crie bons anúncios

Isso vale para qualquer peça em que apareça sua marca, seja ela impressa ou em formato digital. Crie chamadas e descrições atraentes, sem erros de português ou de digitação. Para aumentar as vendas, não adianta fazer muitas campanhas para o mesmo link. Foque nas categorias de produtos, marcas, promoções e tudo aquilo que vai atrair o olhar do seu consumidor em potencial.

3.6. Acompanhe de perto as conversões

Se você conseguiu fechar a venda, aproveite essa oportunidade para descobrir todos os fatores de sucesso dessa jornada. Quanto melhor o histórico das suas conversões, mais fácil planejar as próximas campanhas e melhores serão as possibilidades de ampliar os resultados no futuro.

3.7. Analise a fundo os resultados

O Google Adwords oferece uma ampla gama de ferramentas para ajudar você a saber o que foi bom e onde é necessário melhorar. Mesmo que a campanha tenha fracassado, essa análise é válida, pois a partir de resultados negativos, podemos enxergar erros. Isto vale não só para esse tipo de campanha, mas para todas as áreas do negócio. Mantenha uma rotina de investigar os dados a fundo, e melhorar a partir dessa análise.

Agora que você conseguiu tirar as suas dúvidas, que tal usar a área de comentários para falar um pouco sobre as suas experiências com o Adwords para e-commerce? Queremos saber o que você pensa para oferecer sempre artigos do seu interesse!

Você também pode se interessar