Magento: Open Source x Commerce

atualizado em

Magento commerce

O Magento é uma plataforma open source de e-commerce amplamente utilizada em todo o mundo. Por ter um código fonte aberto, recebe colaborações e contribuições de diversos desenvolvedores, além de possibilitar adaptações e customizações na medida desejada para o seu negócio. Dentre os principais recursos disponíveis nas soluções, destacam-se a navegação do produto, a gestão de frete, a elaboração de relatórios de análise, além dos módulos de gestão de catálogo e atendimento ao cliente. Por isto, se você está planejando abrir uma loja virtual ou migrar o seu e-commerce para uma plataforma mais robusta, o Magento é a melhor solução!

Contudo, a plataforma possui duas edições disponíveis, voltadas para diferentes perfis de negócios. Confira a seguir as principais características e diferenças, entre as soluções Magento Open Source (Antigo Magento Community Edition) e Magento Commerce (Antigo Magento Enterprise Edition) e identifique qual atende melhor a sua demanda!

1. Magento Open Source

A edição Open Source mantém a forma de operação dos softwares open source, ou seja, qualquer pessoa pode baixar o código fonte e modificá-lo de acordo com sua necessidade. Muitas pessoas desenvolveram adaptações, customizações e modificações no código e as compartilharam no fórum do site da comunidade, um importante espaço para os desenvolvedores e usuários, pois é lá onde as pessoas trocam dicas, pedem ajuda e colaboram umas com as outras.

O desenvolvimento da versão Open Source segue de forma descentralizada e distribuída com estes colaboradores, que baixam gratuitamente o software. O suporte entre os desenvolvedores também é realizado por outros  canais como as salas de bate-papo.

Por isso, a Open Source é indicada para empresas que possuem infraestrutura em tecnologia, desenvolvimento e manutenção de software. Desta forma, caso esta não seja a realidade do seu empreendimento, você precisará contar com programadores profissionais e especializados que conheçam a plataforma – uma agência ou consultoria, por exemplo – pois apesar de ser gratuita, o sistema é extremamente robusto e exige customizações para implementação, operacionalização e suporte ao software.

2. Magento Commerce

Essa edição é desenvolvida pelos programadores do time da Magento e é atualizada em média a cada seis meses. A Magento Commerce oferece todo o suporte necessário para as empresas que concordam com a prestação desse serviço, chamado de Service LevelAgreement (SLA).  O suporte é oferecido apenas por e-mail ou telefone, e o valor pago muda anualmente. A licença é cobrada anualmente, variando conforme o faturamento de cada cliente.

Além da comodidade de contar com o suporte do time de desenvolvedores da Magento e de uma rede de parceiros credenciados, os assinantes também recebem recursos exclusivos de forma antecipada, em especial as atualizações de segurança. Esta solução é ideal para empresas que não contam com um desenvolvedor com conhecimento sobre o código fonte da Magento em seu time – seja na equipe interna, uma agência ou consultoria especializada – ou procuram funcionalidades mais específicas, disponibilizadas apenas nesta edição.

3. Qual edição escolher?

Antes de decidir qual edição da plataforma é mais adequada ao seu e-commerce, pondere as vantagens e desvantagens de cada uma das soluções. Será necessário investir recursos independentemente de sua escolha. A diferença principal será se seu negócio optará pelo serviço de segurança, manutenção e suporte diretamente da equipe Magento, oferecido na versão Commerce, conforme estipulado pela plataforma, ou se contratará uma consultoria especializada, que realize estas atividades necessárias para a implementação e manutenção da sua loja virtual de forma mais direta, próxima e ágil.

Para escolher versão que melhor te atende, procure por uma consultoria especializada em Magento. Os profissionais têm o conhecimento de ambas as edições da plataforma e saberão indicar a solução mais indicada para o seu negócio!

Você também pode se interessar