Estratégias de marketing de conteúdo para sua loja virtual decolar

atualizado em

marketing de conteúdo para lojas virtuais

Pense como seria se você pudesse promover sua loja virtual, sem que o seu público percebesse isto como uma ação de publicidade. Como se você estivesse ali apenas para ajudar, um amigo aconselhando outro. Está é a dinâmica do marketing de conteúdo. Este vem ganhando espaço nas estratégias dos melhores e-commerces do Brasil, o que não é nenhuma surpresa.

Com ele é possível reduzir os gastos com mídia paga, atraindo de forma espontânea os potenciais clientes, interessados no assuno que você publicou. Embora criar conteúdo seja relativamente simples, para obter resultados efetivos é preciso ser assertivo e ter atenção aos detalhes, trabalho que vai muito além de criar um blog e publicar um conteúdo qualquer nele por semana. Para acertar o alvo e fazer sua empresa decolar em direção ao sucesso, fique atendo a essas dicas de:

1. Tenha uma estratégia

Ter uma estratégia, em resumo, é saber o que você deve fazer para alcançar um objetivo. Você sabe onde quer chegar com seu trabalho em um ano? E em três anos? Qual público você atingir com esse conteúdo? A partir daí você irá estratificar, quebrar o problema em problemas menores e mais fáceis e resolver, como se fosse uma escada que precisa ser vencida degrau a degrau. Se você ainda não estabeleceu sua estratégia, faça o quanto antes.

Fique tranquilo, é possível ir modificando-a ao longo do tempo, afinal, planos infalíveis são exclusividade de filmes. Para ajudar nesse processo, você sempre pode contar com bons livros. O importante é dar o primeiro passo. Sabendo onde você quer chegar com esse conteúdo, comece a criar conteúdos que sejam interessantes e, acima de tudo, úteis para os seus clientes. Assim, a confiança desse público aumentará e você estabelecerá um relacionamento de longo prazo que não é possível apenas com banners e resultados pagos nos mecanismos de busca.

2. Que tipo de conteúdo priorizar

O seu próprio. Sempre. Produza seus próprios conteúdos, eles precisam ser únicos e exclusivos para ter relevância no algoritmo do Google. Copiados de outros locais, principalmente sem citar fonte, não devem ser utilizados. Quando dizemos “produza o seu próprio conteúdo”, não quer dizer que você precisará gastar seu precioso tempo na frente do computador escrevendo. Se você é uma pessoa atarefada e tem o tempo escasso, contrate alguém para fazê-lo.

Hoje existem empresas e redatores freelancers que podem te ajudar na criação e publicação desse conteúdo. Eles trabalham como um assistente para a sua estratégia de marketing de conteúdo sair do papel. Estabeleça a linha editorial em conjunto com o seu redator, listando assuntos úteis e importantes para o seu público-alvo, e mãos à obra.

3. Conteúdo na mão, agora espalhe a palavra

Quando você produz conteúdo de qualidade, seu alcance aumenta, isso te faz ir mais longe e alcançar públicos cada vez mais distantes. O kit básico para divulgação do conteúdo conta com e-mail, blog e redes sociais. Identifique quais ferramentas seu público-alvo mais usa e adeque a sua linguagem, para que o cliente se identifique com você logo no primeiro contato. A rede social abre uma comunicação nas duas vias, portanto crie uma rotina para visualizar e responder diariamente as mensagens.

Tenha um o blog de fácil utilização e gratuito, com grande alcance e ótima indexação nos mecanismos de busca. Com um blog, você aumenta as chances de melhorar a posição da sua loja virtual na busca orgânica do Google. Isso acontece , pois ao gerar conteúdo relevante e exclusivo, você alinha a um dos direcionamentos do Google para melhorar seu ranqueamento: Freshness.

DICA: Independente do conteúdo, deixe sempre visível um botão no final do texto, também conhecido como chamada para a ação (CTA), que irá levar o leitor diretamente para a sua loja virtual.

4. Fique atento ao SEO 

De que adianta ter uma estratégia definida, ter vários conteúdos relevante mas o seu público não conseguir te encontrar? Por este motivo, quando se fala em alcance é temos que considerar o bom e velho SEO. Os buscadores estão de olho e atribuindo cada vez mais valor a conteúdos relevantes, premiando as lojas virtuais que possuem as melhores práticas, com melhor posicionamento nas buscas.

Esses buscadores valorizam ainda as boas prática na programação e cadastramento de conteúdo no seu site, como sitemap, meta informações, densidade das palavras-chave, TAG das imagens, URLs amigáveis, além de outras dezenas de técnicas simples, mas que continuam fazendo a diferença entre a primeira e as demais páginas na busca. Cuide bem do SEO da sua loja virtual, é um trabalho construtivo e que não se perde. Do contrário, você estará sempre um passo atrás dos concorrentes.

DICA: O tema SEO é assunto básico para o empreendedor virtual de sucesso. Ele ajuda a aumentar o ROI das suas campanhas, sobrando mais recurso para investir e criando um ciclo virtuoso.

5. Observe seus dados

Você preparou a loja virtual, publicou todo o conteúdo relevante no blog e rede social, agora é só relaxar e esperar o sucesso chegar, certo? Seria bom se fosse assim, mas a prática mostra que essa é apenas parte do trabalho. A verdade é que, quem não mede, não gerencia. E quem não gerencia, não atinge metas. Para te ajudar com isso, você pode, e deve utilizar o Google Analytics.

Estabeleça uma rotina de monitoramento dos seus indicadores, se possível semanal, pois eles são fonte valiosa de insights. Defina quais indicadores devem ser analisados rotineiramente e a partir da análise dos dados, você poderá identificar e corrigir o que não estiver funcionando e padronizar aquilo que está dando certo. Invista sua energia nesses pontos e acompanhe os resultados acontecendo.

Agora que você já conhece as principais estratégias de marketing de conteúdo para e-commerce, conta pra gente, quais são seus objetivos, resultados ou dúvidas com relação ao tema? Vamos dialogar nos comentários!

Você também pode se interessar