Por que adotar uma plataforma de e-commerce open source?

atualizado em

plataforma de e-commerce open source

A escolha da plataforma é uma das mais importantes para o e-commerce. Se o empreendedor não fizer a melhor opção, vai se deparar com dificuldades para evoluir com o negócio na internet. Pensando nisso, organizamos este artigo sobre plataformas de e-commerce open source. Esse tipo de solução é desenvolvido por comunidades abertas de programadores, que disponibilizam o código para download.

O código de uma plataforma open source pode ser modificado e aprimorado por qualquer pessoa ou empresa com expertise nisso. Ou seja, as lojas virtuais com esse sistema eletrônico podem ser totalmente personalizadas. Quer saber ainda mais sobre plataformas de e-commerce open source e definir se elas representam a melhor opção para o seu negócio? Siga a leitura!

 

Como funciona uma plataforma de e-commerce open source

O código original de uma plataforma de e-commerce open source, geralmente, tem um sistema que comanda o carrinho de compras, além de um painel administrativo para o controle das operações.

As demais necessidades da loja virtual são atendidas na instalação de módulos ou plugins na plataforma. Atualmente, existem plugins com diversas funcionalidades, que se adequam a qualquer tipo de e-commerce.

Os mais importantes fazem a integração da plataforma com diferentes opções de pagamento, marketplaces, ajudam no marketing e também auxiliam na customização do layout da loja virtual. Para instalar os recursos que mais trazem benefício para o seu e-commerce, o ideal é contar com a ajuda de uma empresa especializada no setor.

 

Vantagens do código aberto para o e-commerce

Você ainda não está convencido de que uma plataforma open source pode ajudar sua loja virtual nos resultados? Elas são indicadas porque apresentam uma série de vantagens. A seguir, você conhecerá algumas delas. Veja!

 

Atualização constante

A principal vantagem é o constante processo de atualização. Isso porque a comunidade de empresas e desenvolvedores trabalha continuamente na criação de novas funcionalidades para o sistema. Ou seja, em uma plataforma open source, seu e-commerce acessa as tecnologias mais atuais.

 

Personalização e originalidade

As plataformas de e-commerce open source permitem que a sua empresa tenha uma loja virtual totalmente personalizada. Sabe o que isso significa? Você não estará preso a templates pré-definidos. 

Do contrário, sua loja virtual ficaria igual, ou muito parecida, com as demais, o que dificultaria uma diferenciação no mercado. As maiores e melhores lojas virtuais do Brasil estampam originalidade, e isso só é possível porque estão em plataformas open source.

 

Segurança

É muito ruim quando uma empresa com uma plataforma para e-commerce sai do mercado e deixa seus clientes à deriva, no entanto, isso pode acontecer. No caso das plataformas com código aberto, entretanto, esse risco não existe. 

Se a prestadora que atende sua empresa encerrar os serviços, mas a plataforma possuir código aberto, você consegue migrá-lo para outra plataforma e configurar sua loja sem precisar alterar o layout. Em plataformas com código fechado, isso não será possível.

Livre de taxa sobre as vendas

Plataformas de loja virtual com código fechado podem cobrar uma taxa sobre as vendas do seu e-commerce. Péssimo negócio, não é mesmo? Algumas, inclusive, abrem planos mais baratos, no entanto, limitam o volume de usuários que podem acessar o site ao mesmo tempo. O objetivo delas é forçar o cliente a contratar o serviço pago para conseguir melhorar as vendas. Plataformas com código aberto não fazem esse tipo de cobrança.

 

Hospedagem

A hospedagem é outro aspecto crucial na performance de qualquer e-commerce. Páginas com carregamento lento, por exemplo, atrapalham a experiência do usuário e as vendas, por isso, sua loja deve contratar uma ótima hospedagem. 

O maior problema é que as plataformas com código fechado, geralmente, deixam a loja refém da hospedagem utilizada por eles. Esse empecilho não existe em uma plataforma de e-commerce open source, na qual o empreendedor é livre para escolher a hospedagem do site.

Importante: escolha planos que suportem o aumento de acessos em momentos como o Natal e a Black Friday. O acesso no site pode ser bem maior nessas datas.

 

Diferenciais da Plataforma Magento

Existem diversas plataformas de código aberto disponíveis no mercado. Uma delas, entretanto, merece destaque, o Magento

A seguir, explicaremos porque essa é a opção de plataforma de e-commerce open source mais interessante. Para isso, organizamos um comparativo entre Magento, WooCommerce e OsCommerce. Confira!

 

Magento

O Magento é uma plataforma repleta de possibilidades. Destaca-se, principalmente, pelo nível de customização e pelos recursos capazes de otimizar seu negócio. O sistema é amplamente utilizado no mercado, em lojas virtuais do Brasil e do mundo. Por aqui, um ótimo exemplo é a loja virtual da Livraria Saraiva, que utiliza Magento.

O pioneirismo também é outra marca dessa plataforma, uma das primeiras a ganhar relevância. Isso foi possível graças ao volume e excelência dos recursos Magento. O sistema de SEO, por exemplo, ajuda o empreendedor a melhorar o posicionamento da loja em buscadores, como o Google. Além disso, uma série de plugins gratuitos e pagos contribuem para o desenvolvimento e sucesso da sua loja e-commerce.

 

WooCommerce

O WooCommerce é um plugin criado para integração com WordPress. Também é uma plataforma open source, mas é voltada especificamente para este site. É bastante flexível, acessível e possui extensões gratuitas e pagas. A limitação está no fato de que o WooCommerce é uma opção voltada somente para quem usa o WordPress.

 

OsCommerce

O OsCommerce se diferencia, sobretudo, pelo carrinho de compras, que pode ser configurado conforme o seu gosto. Com isso, quem ganha é o usuário, o qual terá uma ótima experiência na loja virtual.

O OsCommerce, no entanto, é mais indicado para lojas de pequeno e médio porte. Ou seja, se você pretende seguir com a empresa tendo o céu como limite, essa não é a melhor opção. Nesse caso, o Magento é mais indicado, pois viabiliza o crescimento da sua empresa sem barreiras.

 

Então, pronto para vender mais no e-commerce? Agora que você conhece o funcionamento de uma plataforma de e-commerce open source, que tal contratar uma empresa com expertise nessa solução? Entre em contato com a JN2 e comece a escrever um novo futuro para os seus negócios na internet. Aguardamos seu chamado!

Você também pode se interessar