Vendas online e o comportamento do consumidor: entenda essa relação

atualizado em

Apesar da crise político-econômica que o Brasil vem sofrendo nos últimos tempos e com a desaceleração da economia, o comércio eletrônico ainda pode manter-se otimista. Segundo fontes do E-BIT/ Buscapé, as vendas online, em 2015, conseguiram obter um faturamento de R$ 41,3 bilhões. O que representa um aumento significativo de 15,3% em relação ao ano anterior.

Isso demonstra como a internet, cada vez mais, tem se tornado uma grande influenciadora na decisão de compra dos consumidores.

Com a grande expansão dos meios tecnológicos, especialmente dos dispositivos mobile, os hábitos de consumo dos brasileiros também têm sofrido grandes mudanças. De acordo com dados fornecidos pelo E-BIT/Buscapé, somente em 2015, o acesso às lojas virtuais via dispositivos móveis foi de 35%, chegando a um crescimento de 14% no volume de vendas em dezembro desse mesmo ano.

Quais são as previsões para o mercado de vendas online para 2016?

Segundo a mesma fonte citada anteriormente, ao contrário do varejo brasileiro, que vem sofrendo sucessivos golpes devido à instabilidade da economia, o comércio eletrônico tende a crescer, obtendo um desempenho satisfatório, assim como o ocorrido em 2015.

As previsões são de que as vendas online continuem com um bom faturamento, com estimativa de crescimento de 8%, chegando a um total de R$ 44,6 bilhões em faturamento, estimando-se um crescimento de R$ 2,3 bilhões a mais em vendas online.

A tendência omnichannel e sua relação com o consumidor

Um dos fatos mais interessantes no comportamento humano é a sua grande capacidade de adaptação a qualquer tendência de mercado que vise trazer maior conforto e comodidade no ato da compra de um produto.

O conceito omnichanel é uma das grandes tendências que mostra a evolução do varejo multicanal, ou seja, o consumidor omnichanel é aquele que utilizará todos os canais disponíveis para fazer pesquisas antes de efetuar uma compra.

Ele poderá cruzar tanto informações em ambientes virtuais quanto físicos, o que forçará as empresas a também se adaptarem a esse novo perfil de consumidor; afinal, eles são responsáveis por um aumento de até 30% das vendas efetuadas.

Assim, cada vez mais, as empresas devem começar a se preocupar com a experiência que elas estão disponibilizando ao consumidor. Será que todos os canais de sua empresa estão preparados para oferecer as mesmas informações e qualidade que o comprador está procurando?

Neste ponto, trabalhar corretamente a jornada do cliente e repensar suas estratégias de marketing nos vários canais em que ele estiver, será fator decisivo para o sucesso de sua marca no mercado.

Vender online não se resumirá somente ao uso da sua plataforma de e-commerce. Buscar conhecer o comportamento dos consumidores nas redes sociais, em outros ambientes físicos ou online, os meios pelos quais realizam suas compras, o que estão buscando, independentemente do canal, é fator primordial para buscar novas estratégias que melhorem a relação entre sua marca e o consumidor.

Quais são as vantagens que o consumidor possui ao efetuar suas compras online?

Hoje as pessoas são mais instruídas tecnologicamente e não possuem a mesma desconfiança do passado em relação à incerteza de realizar uma compra pela internet.

E comprar online pode oferecer as seguintes vantagens para o consumidor:

  • Maior comodidade para realizar suas compras por meio de qualquer dispositivo móvel ou desktop, evitando aquelas filas intermináveis em shoppings, vendedores insistentes; isso sem contar o tempo gasto em busca de uma vaga de estacionamento livre;
  • Hoje as lojas virtuais também oferecem toda a comodidade de pagamento parcelado utilizando cartões de crédito, com toda segurança possível e confidencialidade dos dados do cartão;
  • Pesquisar e experimentar um produto em uma loja física e fechar a compra em sua loja online, fazendo o que chamado efeito “showrooming”.

Quais são os benefícios que o e-commerce pode trazer para seu negócio?

1. Relação vantajosa entre custo e benefício

Vamos começar pelo óbvio: valores! O custo para criação e manutenção de uma loja online é infinitamente mais em conta do que para uma loja física. Tudo é automatizado, o que poupa tempo e gera economia com mão de obra e outras despesas que uma loja física possui.

Outra vantagem bastante significativa do e-commerce é a sua capacidade de expansão bem mais rápida, pois os meios de divulgação online possuem um alcance extraordinariamente maior do que qualquer outro meio de divulgação offline.

2. Você pode gerenciar o seu negócio a qualquer hora ou lugar

A internet é um mundo sem fronteiras, sem restrições geográficas ou de fuso horário. Portanto, esteja você em qualquer lugar do mundo, ainda poderá monitorar de perto o que está acontecendo em sua loja online.

Essa comodidade dificilmente um empreendedor de uma loja física possui, pois é impossível conseguir acompanhar o que acontece em sua loja física enquanto estiver fora em uma viagem de negócios, por exemplo. Assim, o jeito é ter aquele funcionário de confiança para tomar conta do negócio nesse período. No e-commerce, ao contrário, basta ter internet e, no máximo, um telefone para conseguir continuar a monitorar suas vendas.

3. Sua loja fica disponível 24 horas para o cliente

Preste atenção nos noticiários e veja quantas lojas estão tendo que fechar suas portas mais cedo devido à falta de segurança e violência. Uma loja online não tem esse tipo de problema. Ela está disponível 24 horas. Assim, o cliente pode acessar seu site a qualquer hora do dia ou da noite, utilizando um dispositivo móvel, ou mesmo um desktop, no conforto de sua casa. É ele quem sabe o momento e a partir de qual lugar deseja adquirir o seu produto.

4. É possível mensurar os resultados muito mais facilmente

Com a utilização das ferramentas certas, como o Google Analytics, por exemplo, é possível rastrear tudo o que está acontecendo em seu comércio eletrônico, desde o número de visitas e conversões até outros dados que permitam que você avalie o que está ou não dando certo em suas estratégias de vendas.

Existem muitas outras métricas também utilizadas no meio digital que servem para mensurar o andamento do seu negócio e verificar se o ROI (Retorno sobre Investimento) está dentro do esperado. Caso não esteja, será preciso mudar de estratégia para melhorar a taxa de crescimento do negócio.

5. Possibilidade de obter lucros acima da média de empresas offline

As lojas online hoje possuem margens de lucros mais altas e melhores fluxos de caixa do que muitas lojas físicas. Isso trará muitos mais lucros e possibilidade de crescimento em menos tempo do que se o seu negócio fosse somente offline.

E…para fecharmos…

Bem, como vimos, o sucesso do e-commerce não é apenas especulação de quem deseja fazer marketing desse tipo de negócio. Os dados aqui colocados são embasados nas mais fidedignas pesquisas de mercado.

O comércio eletrônico realmente é a inovação que o consumidor está procurando. Tanto que, em 2015, o e-commerce conseguiu um faturamento bastante significativo, mesmo com a estimativa de queda nas vendas no varejo e no PIB.

Ainda segundo essas mesmas pesquisas, o sucesso desse tipo de negócio se deve ao aumento de computadores nos domicílios, além, é claro, da grande gama de dispositivos móveis e do amadurecimento do mercado consumidor, que passou a confiar mais no mercado virtual para realizar suas compras.

Assim, caro leitor, se sua dúvida era se trabalhar com vendas online valia a pena, creio que conseguimos passar um pouco de credibilidade sobre o assunto para você.

No entanto, se está pensando em investir em uma loja virtual, procure o auxílio de uma empresa que seja especializada no assunto para que sua loja não seja apenas mais uma no mercado.

Sua loja deve possuir uma boa usabilidade, ou seja, permitir que o consumidor realize a compra com maior eficiência e facilidade e possua os recursos necessários para que ele possa analisar o produto e sinta segurança em realizar a compra. Trabalhar com vendas online pode ser o diferencial que você estava procurando para montar o seu negócio.

Pronto para criar sua loja virtual? Ainda ficou alguma dúvida? Então leia mais um de nossos artigos e fique sabendo mais sobre essa grande oportunidade de negócio online!


Você também pode se interessar

,

Por que sua marca precisa vender online?

  • Vendas e Negócios
,

Potencialize vendas com uma consultoria especializada para loja Magento

  • E-commerce
  • Ecommerce