Gerir uma empresa sempre é um desafio para qualquer empresário. Contudo, um erro comum no mercado é acreditar que a burocracia de um negócio físico é igual a de uma loja online. A contabilidade para ecommerce possui especificações e deve estar sempre atualizada para que esteja com as vendas em dia.

Mas, você sabe como funciona a contabilidade para ecommerce? Entenda neste blog post as diferenças entre uma empresa física e uma virtual, veja como regularizar os processos desse negócio na internet e transformá-lo em legal diante do Governo Federal brasileiro.

Para você que ficou interessado no assunto, continue aqui e acompanhe! Boa leitura.

Por que a contabilidade para ecommerce deve ser atualizada?

O maior erro do empreendedor e empresário brasileiro é acreditar que ao abrir uma loja online não existirão burocracias quanto ao funcionamento do negócio. Mesmo que não esteja em um espaço físico é muito importante ser legalizado e ter algumas credenciais do Governo Federal.

Essas empresas, por exemplo, devem vir registradas em quatro diferentes regimes tributários: MEI, Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Cada um desses sistemas possui uma cobrança e exigência para o empresário.

Portanto, imagine que você seja MEI, mas que o seu faturamento ultrapasse 88 mil reais por ano. Para não pagar mais taxas, você falsifica as documentações e entrega como se estivesse no limite. Caso seja descoberto, até mesmo a Receita Federal poderá vir atrás de você!

Como funciona a contabilidade para ecommerce?

Para você que já possui o seu negócio online ou está pensando em abrir um, separamos 6 dicas que vão ajudá-lo a entender como funciona a contabilidade para ecommerce para que você se organize e deixe todas as documentações legais em dia.

Por isso, pegue uma caneta e um papel, pois as informações a seguir são extremamente importantes!

1. Regularizar o e-commerce

Em primeiro lugar é preciso que você regularize o seu ecommerce. Mesmo que se trate de uma empresa online, os órgãos institucionais exigem que o empresário tenha uma sede administrativa e que ela seja realmente válida para esse tipo de trabalho.

Por exemplo, caso você more em condomínio, é necessário a autorização do síndico ou da empresa que faz a gestão do espaço, para que coloque o seu endereço como ambiente de trabalho. 

2. Escolher o regime tributário ideal

Logo após surge uma etapa muito importante, a escolha do regime tributário ideal. Como já falamos, existem quatro no mercado brasileiro, que variam de acordo com a sua rentabilidade anual. 

O MEI, Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real são os tipos de regimes que os empresários podem adotar não somente na contabilidade para ecommerce, como também para lojas físicas. 

3. Atualizar as configurações de taxas

Feito esses dois processos, identifique qual a sua taxa mensal e anual, que deve ser paga ao Governo Federal. Diferente do regime CLT, que a empresa desconta os seus impostos direto da sua carteira de trabalho, neste modelo você é o responsável por pagar qualquer taxa.

Por isso, você deve saber quais são os valores de cada regime tributário e esteja sempre em dia com todos os pagamentos. Sem isso, você perde os seus direitos como empresário e pode ter uma série de dores de cabeça caso precise de algum benefício que o sistema oferece.

4. Organizar as despesas mensais

Agora que você já sabe qual é o seu regime tributário e quais são as despesas mensais que a sua empresa online gera, faça uma organização com essas contas e tenha sempre na ponta do lápis tudo que é importante na contabilidade para ecommerce.

Se você acredita que um valor X seja ideal todos os meses para investir no seu negócio, não perca tempo. Para que a sua empresa cresça no mercado digital é extremamente importante ser legal perante à Receita Federal, mas também apostar em novidades.

5. Acompanhar a movimentação financeira

O financeiro de um ecommerce deve ser monitorado como de uma empresa física. Mesmo que não existam gastos com energia, água e demais contas semelhantes, outros custos podem surgir pagamento de domínio, internet e até mesmo telefone.

Além disso, o setor financeiro cuida não somente da entrada de lucros para o seu negócio, mas também da saída em relação aos gastos primários, que são essenciais para o e-commerce funcionar. 

6. Planejar-se para períodos de tributação

Por último, é fundamental criar um calendário de tributação, visto que todos os anos são realizadas cobranças extras mensais, que podem acarretar uma série de dívidas no empresário caso ele não esteja organizado. 

Pense que sua contabilidade para e-commerce seja pelo regime Simples Nacional. Mesmo que você pague as taxas mensais, há um valor anual, bastante expressivo, que deve ser pago sempre. Se você não planejar a retirada dessa quantia, pode haver um prejuízo no caixa da empresa. 

Uma proteção essencial para o seu negócio

Devemos destacar que a contabilidade para e-commerce não é somente uma burocracia sem motivos. Ela visa proteger o seu negócio e dar direitos para você, empresário, diante do mercado de trabalho brasileiro.

Assim, mesmo que você não esteja localizado num espaço físico é extremamente importante garantir os seus direitos básicos e fazer com que o seu negócio funcione legalmente dentro do país. Isso gera um diferencial principalmente entre os concorrentes.

Conclusão

Por fim, entendemos que um empresário que está no mundo digital deve manter os seus registros legais como qualquer empreendimento. 

A contabilidade para e-commerce não é um atraso para a vida do empreendedor, mas uma forma de garantir os seus direitos e fazer com que seu negócio seja reconhecido no mercado. 

Para você que está pensando em abrir um comércio online, a JN2 é uma plataforma que cria sua loja virtual e diversas formas de pagamento, como cartão de crédito e todas as bandeiras, débito, transferência, pagamento na entrega e boleto. 

Você não quer ficar para trás, não é mesmo? Então, aproveite e entenda um pouco mais sobre o assunto com o nosso Webinar “Esclarecendo os processos burocráticos de um e-commerce“. Até a próxima!

JN2

Tenha tudo na melhor plataforma de e-commerce do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *