Como fazer um planejamento estratégico campeão para sua loja virtual

atualizado em

Como fazer um planejamento estratégico campeão para sua loja virtual

O empreendedorismo é, sem dúvidas, um aprendizado contínuo. É apenas através de tentativas — com acertos e erros — que é possível dominar essa “arte”. Entretanto, sem um planejamento estratégico, de nada adianta ter os melhores recursos ou o maior potencial, pois, certamente, haverá desperdícios. Não há êxito sem minúcia, logo, não há vitória sem preparo e astúcia para enfrentar e dominar todas as frentes de um campo de batalha.

Em uma realidade conectada, o sucesso empresarial está estreitamente vinculado à capacidade do empreendedor de desenvolver um plano de estratégico marketing que potencialize a experiência e os resultados de cada fase da experiência do consumidor. No post de hoje, falaremos sobre cada uma dessas etapas e explicaremos quais são as táticas mais eficientes para cada uma delas. Curioso? Continue a leitura!

Defina um orçamento em seu planejamento estratégico

Assim como na loja física, a loja virtual requer um orçamento detalhado. Todas as fases do planejamento estratégico devem ser suscetíveis à tradução em números. Caso contrário, ele torna-se desorganizado e improdutivo.

Seu e-commerce precisa ter um plano global determinando quanto fatura, quanto precisa faturar, quais são os custos e limites para cada tipo de ação — estratégicas, táticas e operacionais. Após a definição de todos os custos e despesas, é necessário planejar o que será feito com os lucros — expansão, mais contratações, maior investimento em campanhas, dentre outros.

Trace objetivos e metas

O segundo passo para que um plano de marketing seja campeão é a definição dos objetivos. Eles precisam seguir a regra SMART: devem ser específicos, mensuráveis, realistas e com definição de tempo. Entenda cada um desses fatores:

  • S” Específicos (Specific): significa que os objetivos traçados devem ser precisos, de fácil compreensão;
  • “M” Mensuráveis (Measurable): todo objetivo precisa ser elaborado de forma que o desempenho possa ser medido em valores ou volume;
  • A” Atingíveis (Attainable): os objetivos só são válidos se tiverem possibilidade de concretização;
  • “R” Realistas (Realistic): a possibilidade de concretização dos objetivos devem ser realistas e compatíveis com a capacidade dos meios;
  • “T” Temporizáveis (Time-Bound): os objetivos precisam ter prazo estipulado.

Exemplo de objetivo SMART: 15% de aumento na venda de produtos na loja virtual para o público masculino de 35 a 50 anos durante o segundo semestre do ano.

Outro fator que possibilita uma definição de objetivos mais certeira é a análise SWOT. O termo é um acrônimo das palavras Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. No Brasil também é conhecida como matriz FOFA. Tal ferramenta busca avaliar o interno e o externo de um empreendimento de modo corrigir deficiências, detectar oportunidades e elaborar estratégias que tornem a empresa mais eficaz e competitiva. Entenda os focos da análise SWOT:

  • “S” Forças (Strengths): essa etapa da análise identifica as vantagens que sua marca tem em relação à concorrência. Exemplos: qual o maior atrativo da sua loja, quais são os seus melhores recursos;
  • “W” Fraquezas (Weaknesses): nessa fase, a ferramenta aponta quais são os problemas ou aspectos que precisam ser melhorados no seu negócio. Exemplos: por que sua taxa de conversão é baixa, por que a percepção de marca da concorrência é melhor;
  • “O” Oportunidades (Opportunities): são avaliados os fatores externos que contribuem para o sucesso do seu empreendimento. Exemplos: variações cambiais, ampliação do crédito do consumidor, modas, dentre outros;
  • “T” Ameaças (Threats): nesse momento da análise, são detectadas as ameaças que seu e-commerce sofre. Exemplo: como a concorrência está se aproveitando das suas falhas.

Faça uma pesquisa de mercado

Outra etapa fundamental para um planejamento estratégico eficiente é a realização de pesquisas de mercado. Afinal, é preciso entender a mentalidade e as necessidades do seu consumidor para que ele seja atraído, cativado e fidelizado.

O primeiro objetivo de uma pesquisa de mercado é o estabelecimento de focos em nichos com maior propensão de captação para potenciais clientes. Se, por exemplo, a sua loja virtual vende roupas sociais masculinas, a campanha de marketing digital deverá focar homens economicamente ativos de profissões mais tradicionais e/ou executivos.

Ao definir claramente o perfil do seu cliente — as personas — você poderá concentrar seus esforços e investimentos de maneira mais otimizada, abordando, majoritariamente, quem realmente tem interesse no seu produto. Além disso, ao fragmentar o mercado, você poderá articular campanhas mais persuasivas, que engajem e atendam aos anseios do seu público-alvo.

Acompanhe os resultados das métricas

Após a aplicação prática do seu planejamento estratégico, você deverá acompanhar constantemente os resultados de cada campanha. Avalie se as táticas empregadas para a concretização de cada objetivo estão sendo eficientes. Faça ajustes no que estiver abaixo do esperado e busque sempre soluções palpáveis. Os erros são parte importante do seu empreendimento, desde que você esteja disposto a aprender com eles.

E-commerces de sucesso têm planos sólidos que abrangem detalhadamente todos os passos e detalhes da execução de um projeto. Sua loja virtual deve sempre propiciar a experiência mais agradável possível para o visitante. Isso garantirá taxas de conversões melhores e, claro, uma melhor percepção de marca.

Faça um cronograma para que todos na sua equipe estejam sempre cientes acerca do andamento e das fases dos projetos. Além disso, tenha sempre um checklist contendo todos os itens que precisam ser cumpridos diariamente para que não hajam esquecimentos e negligências. Lembre-se: pequenos erros podem se transformar em grandes prejuízos.

Fortaleça a parceria com os seus colaboradores

Para que seu planejamento estratégico atenda a todas as suas expectativas, é preciso que você conte com um time competente e motivado. Para isso, antes de contratar alguém, avalie se essa pessoa atende todos os requisitos para ocupar a função, se seus valores são compatíveis com os da sua empresa e se ela está atrás apenas de uma fonte de renda ou de um meio para crescer e inovar junto ao seu negócio.

Além disso, escolha atentamente suas parcerias. No caso de lojas virtuais, é essencial que você não caia em armadilhas e que possa contar com uma plataforma on-line realmente eficiente. Ela deve garantir flexibilidade, preços justos, um bom suporte técnico e, sobretudo, interesse no sucesso de seus clientes.

E então, preparado para colocar nossas dicas em prática e fazer um planejamento estratégico campeão para a sua loja virtual? Tem alguma dúvida? Deixe o seu comentário!


Você também pode se interessar

Business presentation
,

Como montar uma boa estratégia de vendas

  • Gestão e Negócios
  • aumentar vendas
,

Estratégias de marketing de conteúdo para sua loja virtual decolar

  • Marketing