Integrar loja virtual a marketplace: por que esse modelo de negócios é interessante?

atualizado em

integrar-loja-virtual-marketplace

Abrir um e-commerce, em tempos de crise, pode significar uma grande oportunidade para os negócios. No caso dos desafios impostos pelo coronavírus no Brasil, não é diferente. E um detalhe em especial pode tornar as lojas virtuais ainda mais lucrativas: a possibilidade de integração com marketplaces.

Muitos varejistas já entenderam as vantagens e começaram a investir na associação ou na migração da loja física para a virtual. Dessa forma, estão conseguindo se manter competitivos e faturar muito mais.

E sabe qual é um dos principais motivos para encorajar essa decisão? É que abrindo uma loja na internet você pode ter não apenas um ponto de vendas, mas quantos você quiser e achar necessário.

Essa é a alternativa que o empreendedor ganha por causa dos inúmeros marketplaces existentes no mundo. Não importa o tamanho do seu negócio, você também pode entrar em um grande marketplace e potencializar as vendas. 

Quer conhecer os benefícios sobre os quais estamos falando? Siga a leitura para entender o que é um marketplace e por que eles podem alavancar qualquer e-commerce! Mais do que nunca, o sucesso da sua empresa depende de você!

O que é marketplace?

O marketplace é um modelo de negócio que pode ser comparado ao shopping center. Nele, seus produtos são expostos em uma vitrine já conhecida e que é vista por muitos consumidores.

Aqui estão alguns exemplos de marketplaces:

Americanas;

Submarino;

Shoptime;

Ponto Frio;

Casas Bahia;

Extra;

Magazine Luiza;

Mercado Livre;

Amazon.

Você, com certeza, conhece esses sites. Contudo, pode ser que não tenha reparado na forma como eles vêm operando.

Para vender mais, essas lojas virtuais se transformaram em grandes shopping centers e passaram a abrir espaço em suas vitrines para varejistas de pequeno, médio e até grande porte.

Quem cria uma loja online passa a concorrer direta e indiretamente com players maiores, lojas que vendem de tudo e que têm reconhecimento no mercado. No entanto, o marketplace oferece a oportunidade de quem é pequeno começar competindo como gente grande.

O marketplace pode ser visto como uma estratégia que cria um atalho para levar seus produtos para os clientes.

Quais as perspectivas para esse modelo de negócio?

A cada ano, o marketplace vem se consolidando como modelo de negócio rentável em nosso país.

Novas lojas online passaram a fazer parte dessa estratégia que, em alguns casos, já representa a maior parcela de suas vendas.

Por trás desse crescimento, existe o desejo de aumentar os lucros, afinal, estamos falando de vitrines que são nacionalmente conhecidas.

Levantamento feito pela Precifica, empresa que monitora preços no e-commerce, mostra que, em 2018, cresceu 90,7% o número de lojas que vende em marketplaces. Em setembro de 2017, elas eram 7.448 e, um ano depois, somaram 14.204.

Esses números demonstram que ainda há espaço para integrar loja virtual a marketplace e aproveitar os bons resultados que essa parceria traz. Para estimular novos negócios online, o apoio de grande marcas é muito importante. Mas é preciso ir além e entender o funcionamento de um marketplace.

Para vender em um marketplace, seu e-commerce precisa pagar uma comissão para cada venda efetuada, pois utiliza a vitrine da marca mais conhecida. Antes de integrar a loja virtual ao marketplace, é fundamental fazer uma análise do seu segmento.

Produtos de categorias diferentes não têm o mesmo comissionamento. Logo, é necessário verificar a margem de contribuição para cada segmento.

Avalie o posicionamento que o ambiente possui, pois o grande volume de transações que será gerado pode fazer toda diferença.

Quais as vantagens de estar no marketplace?

Visibilidade

Os markeplaces são visitados diariamente por milhares de consumidores. Expor seus produtos nessas vitrines aumenta a visibilidade deles e, consequentemente, suas chances de vender mais.

Redução de investimento em marketing

Outro ponto importante é a redução de custos que a integração proporciona. Você gasta um pouco para colocar tudo funcionando, mas ganha em redução de investimento em marketing, pois a visibilidade e a atração de novos clientes ficam por conta do marketplace.

Para te ajudar a otimizar ainda mais os seus investimentos em marketing digital com foco no crescimento das vendas, recomendo que você baixe grátis o nosso material:

Aumento nas vendas

Muitos consumidores já entenderam o conceito de marketplace e, ao fazerem suas compras, aproveitam para conhecer os lojistas fora desse ambiente. Essa é a sua oportunidade de transformá-los em clientes fixos, aumentando ainda mais o retorno sobre o investimento na integração da sua loja virtual a um marketplace.

Relevância para o negócio

O aumento no tráfego em sua loja on-line contribui com a relevância do negócio. Seus produtos se tornarão mais buscados e, consequentemente, serão encontrados com mais facilidade.

Diversificação da operação

Novos clientes chegarão e, como é de praxe, algumas necessidades podem surgir. Demandas novas oferecem ao seu negócio a possibilidade de diversificar e, quem sabe, apostar em outros nichos ou aumentar a autoridade naquele em que já atua.

Como integrar loja virtual a marketplace?

Depois de conhecer as principais vantagens de integrar a loja virtual a marketplace, é necessário analisar se a plataforma de seu e-commerce está preparada para tal. Plataformas como Magento têm essa possibilidade e você só precisa encontrar um parceiro que faça a integração.

A Plataforma JN2 é baseada na tecnologia Magento e se integra com os principais marketplaces do Brasil por meio do hub da Plugg.to. A integração é nativa a partir do plano Mesos, sem custo adicional.

Para sua loja, os custos envolvem o setup e uma mensalidade, que varia de acordo com o seu faturamento nos markeplaces, além do comissionamento para o marketplace. A JN2 e a Plugg.to são parceiras, o que garante aos clientes da plataforma 50% de desconto no setup da integração.

A integração entre loja virtual e marketplace requer o preenchimento de um formulário de interesse. Algumas empresas exigem documentações como CNPJ, CNAE e outros. Mas isso varia a cada marketplace.

Após a aprovação do marketplace, você precisa enviar os dados de todos os produtos que deseja vender. Se a sua plataforma de e-commerce possui a integração com o marketplace, o processo é feito de maneira automática.

Recebimento de pedidos e atualização de estoque são outras operações que acontecem de forma integrada e automática quando a operação é baseada em uma plataforma que permite esse trabalho conjunto.

 

Agora você sabe como um marketplace pode ser essencial para fortalecer sua loja virtual e ajudar a superar a crise do coronavírus. Em um momento onde a maioria dos empresários parece estar de mãos atadas e portas fechadas, sua loja virtual pode estar em evidência nas melhores vitrines digitais do Brasil e até do mundo.

A possibilidade de entrar em um grande marketplace é mais uma garantia de que atuar no e-commerce é a escolha certa nesse momento de incerteza. Se você quer resultados melhores, tenha atitude inovadora e corajosa!

A JN2 está do seu lado para ajudar na integração da sua loja com os principais marketplaces do país. Restou alguma dúvida? Entre em contato, vamos atendê-lo e trazer tranquilidade para sua empresa vencer essa e qualquer outra crise.

Você também pode se interessar