fbpx Skip to main content

6 erros de marketing digital que seu e-commerce não pode cometer

Início » Blog » 6 erros de marketing digital que seu e-commerce não pode cometer

Na contramão de grande parte das empresas brasileiras, o e-commerce cresceu bastante neste período de pandemia. Com toda certeza, o cenário de isolamento social refletiu muito no aumento das compras online, o que alavancou os negócios digitais. Contudo, os lojistas devem estar preparados para não cometer falhas na gestão do e-commerce, em especial erros de marketing digital tema central deste nosso artigo. 

As estratégias de marketing digital de uma loja virtual são cruciais para o negócio. Por meio delas, é possível promover a sua marca na internet, fazendo com que ela chegue, de fato, a quem mais interessa: o seu público. 

Além disso, por meio dessas estratégias, também é possível interagir com potenciais clientes e entendê-los, entre várias outras ações. No entanto, neste texto vamos falar sobre alguns erros que muitos lojistas cometem na gestão dos seus e-commerces (e que você não pode cometer). Portanto, siga a leitura, informe-se e conduza o seu negócio sem essas falhas!

Como os erros de marketing digital podem prejudicar o seu negócio

Antes de elencarmos os erros que você não pode cometer, é importante entender que os efeitos da pandemia contribuíram para a mudança de atitude do consumidor. Com isso algumas práticas, que antes funcionavam até bem em sua loja, podem não mais ser úteis.

O mais importante disso tudo é o lojista entender esse novo modo de pensar e agir dos clientes e se adaptar a ele. Tarefas simples e corriqueiras que eram feitas, antes da pandemia, de forma presencial (como compras em supermercados), agora podem ser realizadas pela internet. 

Além disso, o consumidor ficou ainda mais exigente. Com o poder das redes sociais, sua insatisfação pode ganhar força e ser um ponto negativo para a sua marca, caso você o desagrade. Portanto, falhar na hora de fazer o marketing digital da sua loja online é dar espaço para a concorrência e, como consequência, perder vendas.

Outro exemplo, ainda relacionado às redes sociais: se o cliente procura por seus produtos, com dúvidas ou reclamações nesses canais, é crucial que o lojista não o deixe sem resposta. Não dar a devida atenção ao relacionamento com o seu público (também) nas redes sociais é um dos grandes erros de marketing digital. 


Outros erros de marketing digital para sua loja evitar

Confira, a seguir, mais alguns exemplos de erros para sua loja não cometer no marketing digital!

1 – Não compreender que o cliente está no controle

Se a sua loja virtual ainda não compreendeu isso, não perca mais tempo. Até bem antes da pandemia, o consumidor já demonstrava um comportamento diferente com relação à sua jornada de compra. Com o isolamento social e o aumento do consumo online, a forma com que os clientes pesquisam, se relacionam com as marcas e compram os produtos ficou ainda mais diferente do que era antes.

Portanto, os lojistas precisam entender que os consumidores estão no controle das ações, e as estratégias de marketing digital precisam levar em conta esse fato. Como fazer isso? Basta proporcionar uma ótima experiência de compra para o cliente, dando todo o suporte que ele precisa. 

Contudo, é crucial que você não o force a praticar ações que ele não queira no momento. Por isso, deixe-o à vontade e ofereça tudo o que é necessário para ele se sentir no comando e decidir as coisas naturalmente.

2 – Elaborar estratégias de marketing desconsiderando os efeitos da pandemia

Já mencionamos ao longo deste texto o quanto a pandemia mudou o comportamento do consumidor, sobretudo no ambiente online. Por isso, elaborar estratégias de marketing digital sem considerar essa mudança é um erro grave, e pode custar caro ao seu negócio.

Portanto, os lojistas devem se planejar levando em conta uma experiência de compra online completa, não apenas inserindo produtos em um site e pronto. É preciso oferecer um pacote completo, com um atendimento ao cliente eficiente no meio digital, diversas formas de pagamento, entre outras possibilidades.

Outro ponto importante é disponibilizar facilidades para os consumidores, como o omnichannel que é a integração da experiência do cliente nos diversos canais da empresa, não importando se são físicos ou digitais. Uma prática muito usada nesse sentido é o fato de o consumidor poder comprar por meio da loja virtual e retirar o produto na loja física, poucas horas depois da compra.

3 – Ignorar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Já faz algum tempo que entrou em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). No entanto, ainda é grande o número de e-commerces que ignoram essa nova diretriz. Agir dessa forma é outra grande falha dos donos de lojas virtuais, podendo gerar péssimas consequências para o negócio.

A LGPD garante mais segurança e proteção aos dados dos usuários na internet. Assim, a forma como as empresas captam as informações dos clientes que entram em seus sites deve estar de acordo com algumas exigências do órgão regulamentador. Além disso, os consumidores precisam ser informados sobre quais dados são esses e para que serão usados.

4 – Produzir muitos conteúdos para seus canais, mas sem se aprofundar tanto

Até alguns anos atrás, os algoritmos de busca, como o Google, privilegiavam sites que ofereciam muitos conteúdos. O entendimento era que essas empresas geravam grande volume de informações para os usuários, beneficiando-os. Contudo, devido a essa situação, os consumidores passaram a ser bombardeados com muitos conteúdos superficiais, e que muitas vezes não os atendiam.

Mais uma vez, a pandemia foi fator determinante para mudar esse entendimento. Os buscadores perceberam que as pessoas estão mais adeptas a conteúdos mais extensos, mas que de fato atendam aos seus anseios e necessidades. Essas informações, agora, são produzidas em menor quantidade, mas com muito mais qualidade e eficiência para o cliente.

Por isso, insistir na produção de conteúdos superficiais é ficar para trás, dando espaço para a concorrência. Você não quer isso, certo? Então, reúna sua equipe e mude a forma de criar conteúdos em seus canais.


5 – Usar de forma equivocada alguns recursos do Instagram, como o botão “promover”

Ter conhecimento sobre as ferramentas de anúncio no meio digital é muito importante para o sucesso de um e-commerce. Muitos lojistas, por não ter essa expertise e fazer esse trabalho por conta própria, usam diversos recursos de forma errada, como o botão de promover publicação, do Instagram.

Isso acontece porque essa ferramenta é muito mais prática, facilitando a vida do comerciante. No entanto, trata-se de uma alternativa limitada, servindo mais para promover uma publicação específica e gerar engajamento para a página. 

Uma boa estratégia de marketing digital deve ser feita por meio do gerenciador de anúncios do Facebook. Dessa forma, o lojista terá muito mais possibilidades para promover o seu e-commerce, além de ter maior controle sobre os anúncios que são publicados e o que é melhor: obtendo mais resultados. Pense nisso!

6 – Não acreditar mais no poder do e-mail marketing

Este é um dos erros de marketing digital mais comuns, e que existe já há algum tempo. Isso porque diversos empresários ou suas equipes acreditam que o e-mail marketing é um recurso ultrapassado, que não gera mais tantos resultados. Contudo, quem pensa dessa maneira está perdendo boas chances de obter sucesso em suas estratégias.

O que o lojista precisa entender é que essa ferramenta deve ser usada de forma correta, explorando todo o seu potencial. Por isso, use esse recurso como uma maneira de aperfeiçoar o seu relacionamento com o lead, apresentando a ele assuntos que sejam, de fato, de seu interesse.

E para finalizar, cuidado com o conteúdo que você envia para seus leads. E-mails de ofertas de produtos, toda semana, só prejudicará a sua relação com o consumidor. Procure entregar realmente assuntos relevantes para ele e atente-se à periodicidade dos envios desses conteúdos.

Esperamos que tenha gostado do nosso artigo sobre os seis erros de marketing digital que seu e-commerce não pode cometer. Sabia que uma ótima alternativa para não cometer essas e outras falhas é contar com uma boa plataforma de loja virtual? A JN2 pode te ajudar muito com isso, por meio da Boost Commerce. Você já conhece esse nosso produto?

A Boost Commerce é a plataforma de e-commerce da JN2, desenvolvida a partir da tecnologia Magento 2. Ela possui diversos recursos que só contribuem para a boa gestão de uma loja virtual e o sucesso nas vendas, inclusive funcionalidades voltadas para turbinar a sua estratégia de marketing digital.

Quer saber mais? Converse agora mesmo com um de nossos experts e promova essa transformação em seu negócio! Estamos te esperando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *